Quatro meses sem você...






Hoje, quatro meses que você nos deixou. 
E assim vamos. 
levando conosco a saudade, 
esse sentimento de querer trazer para o presente,
o que já não está mais. 

Mas os ventos 
quando nos tiram algo que amamos, 
são os mesmos ventos, que nos trazem algo que aprendemos a amar.  

E assim é a vida e seus ciclos,
ora nos dando, 
ora tirando. 

Saudade mama. 
Muita. 
Mas vamos aprendendo a acomodar.