Um olhar sobre a verdade



                                 Imagem: Web         

É fácil proferir opinião sobre alguém ou alguma coisa. Contudo, nem sempre quem o faz possui o preparo necessário para fazê-lo, pois uma vez ditas as palavras são assimiladas de forma única por quem as recebe, sendo assim muitas vezes podem causar mágoa, dor e sofrimento.

Seguidamente somos confrontados por pessoas que se julgam possuidoras da verdade, e em nome dessa verdade nos condenam a fogueira. E tal e qual Joana D'Arc ardemos na chama violenta e silenciosa da arrogância, crueldade e imposição. Não uma, mas inúmeras vezes.


É certo que todos já fomos ou seremos acometidos pelo espírito da intolerância ao assumirmos a postura justiceira de donos da verdade, seja ela qual for. E quando isso acontecer é bem provável que tratemos logo de eliminar ou converter todos aqueles que não se afinem com nossas ideias ou convicções. Tentaremos defender tudo aquilo que julguemos verdadeiro, esquecendo óbviamente que esse conceito é fruto exclusivamente nosso, ou seja, é nosso ponto de vista, e não do outro.


Por outro lado não há problema algum em nos apoiarmos em certezas, nem tão pouco que tenhamos opinião formada sobre determinados assuntos, pois isso é inevitável, necessário e saudável. O problema ocorre quando não há a compreensão necessária para saber acolher a adversidade que há no outro. Quando não conseguimos perceber o valor da diferença e não respeitamos a opinião alheia.


Penso que assim como o conhecimento a verdade é um processo infinito de acumulação do saber. E não acredito em verdade absoluta, muito menos em quem se diz possuidor dela. Assim como não acredito, temo e desconfio de toda pessoa que diz ter razão, não aceita opiniões e não se abre para discussões. Esse tipo geralmente
 é intransigente, crítico e sem limites. São pessoas que valorizam demasiadamente suas crenças e convicções. As vezes um perigo, pois quase sempre opiniões extremadas estão alicerçadas em crenças frágeis e sem nenhum fundamento. E os exemplos estão aí, basta uma rápida olhada nos noticiários para constatar até onde o homem pode chegar em nome de suas convicções e verdades.

Isso só prova que nossa ignorância diante a complexidade da verdade é imensa. Por isso, ao adotarmos uma opinião ou comportamento diante qualquer verdade, deveríamos fazê-lo com humildade, respeito e bom senso.

Acredito na verdade construída através de nossas escolhas, aquelas que fazemos cotidianamente ao longo de nossas vidas, assim como acredito em verdades sem garantias, afinal, um pouco de dúvida não faz mal a ninguém.